segunda-feira, 13 de junho de 2016

G7 Reserva Carmenère 2013 - quem disse que a Viña Carta Vieja não produz bons rótulos?


A casta Carmenére é prima da Cabernet Sauvignon e ambas originárias de Bordeaux, na França. Foi redescoberta no Chile no início da década de 90 onde até então era tida como Merlot mas com amadurecimento diferente e hoje forma vinhos que são o cartão de visitas daquele país.
Tal uva produz vinhos estruturados, corpulentos e marcantes. Exigem um tempo de envelhecimento antes de serem consumidos, sob pena de estarem muito “verdes” ou seja, com acidez, adstringência fruto de taninos agressivos.
Um dos produtores que oferecem vinhos com ótimo custo benefício é a Viña Carta Vieja e um de seus bons representantes é o G7 Reserva Carmenère 2013.
Possui cor rubi violáceo, apresenta aromas com frutas negras, herbáceo - orégano, eucalipto - tostado, couro, tabaco, chocolate e um toque mineral. Boca com fruta em compota, chocolate e toque herbáceo. Madeira e acidez presente, amplo e persistente. Retrogosto agradável mas com leve amargor final. 
Possui 13,5% de graduação alcoólica e o ideal é ser degustado na temperatura de 18oC.
Harmoniza com carnes vermelhas grelhadas, feijoada e fondue de carne.
Você encontra vinhos Carmenére na Wein Haus, loja especializada em vinhos, localizada na Rua João Pessoa 895, em Santa Cruz do Sul, fone (51)3711.3665 e site www.weinhaus.com.br     
E lembre-se: se beber, NÃO DIRIJA!
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário