quarta-feira, 16 de outubro de 2019

O Brasil ganhou seu primeiro empório gourmet franquia: Crismiolo


Com apenas três anos de vida, o Crismiolo Empório Gourmet, que nasceu em Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha, se prepara para expandir. A meta é chegar em 2021 com seis lojas no Rio Grande do Sul e Santa Catarina. A marca hoje é referência no segmento com diferenciais que vão do atendimento ao preço, da qualidade à diversidade. São 2.500 itens num espaço que contempla armazém, food service e serviços - o mais recente é o iFood. O lançamento do projeto de Franchising foi realizado na loja mãe, no dia 10 de outubro, em evento que reuniu parceiros, fornecedores e imprensa.

Lançamento do projeto de franchising reuniu pessoas de diversos nichos

Para os sócios-diretores do Crismiolo Empório Gourmet, Ariel Marangoni e Cristina Miolo, franquear a marca é resultado da aceitação e demanda do mercado. “Abrimos o negócio em 2016 e o sucesso foi imediato. Logo, fomos procurados por interessados em inaugurar o conceito do Crismiolo em outras cidades do país. Percebendo o potencial, estruturamos o modelo de franquias para replicar o padrão e agora somos a primeira rede de franquias de empório gourmet do Brasil”, destaca Marangoni.

Para Cristina a receita de sucesso é temperada pelo bom atendimento, mix de produtos, qualidade e ambiente pensado no bem-estar do cliente. “Nossa missão é vender uma experiência que leve produtos gourmet à mesa do cliente, sem cobrar mais por isto. Temos o que todo supermercado oferece, mas aqui tudo é diferenciado.  Nosso presunto, por exemplo, é fatiado na hora e embalado em papel termo sensível. Assim, o produto dura muito mais”, explica.

A primeira franquia

Ariel e Cristina com os primeiros franqueadores Maria Luisa e Gilceu Cantelli

Caxias do Sul, também na Serra Gaúcha, será a primeira cidade a receber uma loja Crismiolo. A inauguração está prevista para novembro na rua Marcílio Dias, 240, sob o comando de Gilceu e Maria Luisa Cantelli. O espaço de 200 metros quadrados reunirá quase 2 mil itens, gerando muito mais do que compra, mas uma experiência gourmet. Outras nove cidades gaúchas já estão no radar da marca, sendo elas: Canoas, Gravataí, Novo Hamburgo, Passo Fundo, Pelotas, Porto Alegre, Rio Grande, Santa Cruz do Sul e Santa Maria, mas a procura vem também de outros estados. A ideia inicial é expandir num raio de 600 quilômetros, chegando, inclusive, em Santa Catarina e Paraná. Os custos de uma franquia Crismiolo variam de acordo com a cidade do candidato e o tamanho da loja, podendo ser a partir de 60m² e R$ 245 mil, com retorno previsto de 18 a 36 meses.

A unidade mãe

Cristina Miolo e Ariel Marangoni

De 80 para 220 metros quadrados, a empresa rapidamente deixou de vender produtos e passou a proporcionar experiências. O que era apenas um armazém, passou a oferecer serviços como tábuas, cestas e sanduíches em mesinhas gerando experiência no local, além do food service com atendimento a mais de 70 restaurantes da Serra Gaúcha com fornecimento de temperos, conservas, grãos e queijos.

O mix

Um dos diferenciais da delicatesse, o mix atende não apenas pela quantidade e diversidade, mas principalmente pela qualidade. O Crismiolo também é opção para quem busca alimentos mais específicos e quer encontrar tudo que precisa em um único lugar. A loja oferece produtos do dia a dia, tábuas, cestas, bebidas, uma linha de itens especiais e outra com marca própria. Queijos, produtos naturais, congelados, vinhos, espumantes, destilados, cervejas, suplementos e orgânicos compõem o mix que está sempre em transformação. São várias lojas em uma só. Antes de entrar para o armazém, todos os produtos são testados e aprovados.

Único empório do Brasil com staff de loja – hoje a equipe conta com 15 profissionais na ‘unidade mãe’, em Bento Gonçalves –, o Crismiolo também possui integração de sistema garantindo um check out rápido e eficiente.

*fotos: Bruno Marconi




terça-feira, 15 de outubro de 2019

Quinta das Setencostas Alenquer 2016 - acompanhado ou em carreira solo, uma delícia!


Fui apresentado a este delicioso vinho num dos jantares harmonizados da Wein Haus, que serviu os vinhos portugueses da Casa Santos Lima. E dos vinhos da noite daquela casa este foi um dos que mais gostei! Filho do blend das variedades Castelão (45%), Camarate (35%), Tinta Miúda (10%) e Preto Martinho (10%), o Quinta das Setencostas Alenquer 2016 traz uma bela cor rubi violácea, com aromas denotando cereja e framboesa maceradas, toque floral com hibiscos e também canela e chá preto, muito fresco e vibrante. Em boca é sinuoso, cômodo, com taninos redondos e finos, bem frutado com final amplo e toque de café. Excelente retrogosto.

50% do vinho envelhece em barricas de carvalho francês de primeiro e segundo uso por cerca de 6 meses.

Este vinho faz belo par principalmente com um belo assado de cordeiro acompanhado de legumes igualmente preparados.

Possui 13,5 % de graduação alcoólica e o ideal é ser consumido na temperatura de 16 a 18oC.

Você encontra os vinhos da Casa Santos Lima na Wein Haus, loja especializada em vinhos, localizada na Rua João Pessoa 895, Santa Cruz do Sul, fone (51) 3711.3665 e site www.weinhaus.com.br.

E lembre-se: se beber, NÃO DIRIJA!     

quinta-feira, 10 de outubro de 2019

O salmão com guacamole!


Se você pudesse imaginar o sabor desta junção, comeria esta tela!

Sempre imaginei uma entradinha que pudesse unir dois ingredientes que particularmente gosto muito: salmão e guacamole. Pois há alguns dias atrás organizei esta junção e servi de forma inusitada, dentro de um copo com as camadas à vista. O salmão não necessita de maiores comentários, apenas deve ter a premissa de ser fresco, de maneira alguma congelado. A guacamole – iguaria mexicana cuja receita foi criada pelos astecas há algumas centenas de anos atrás – pode ser servida com uma grande variedade de pratos e é basicamente um purê de abacate bem temperado. Acompanhe a deliciosa receita do salmão com guacamole!



Ingredientes:
(para 4 pessoas)

400g de filé de salmão fresco
1 abacate médio maduro
1 tomate pequeno sem pele e sem semente e picadinho
1 dente de alho picadinho
1 cebola roxa pequena picadinha
2 colheres de sopa de azeite
Suco de 1 limão
Pimenta líquida à gosto
Salsinha picadinha à gosto
Sal à gosto
Duas xícaras de broto de alfafa para decorar
Fatias de rabanete para decorar

Preparo:

Retire a pele do salmão, limpe a peça tirando a gordura da peça e corte em cubos de cerca de 2cm e reserve. Retire o caroço dos abacates abrindo-os ao meio e com uma colher remova a polpa. Corte estas em pedaços e coloque num pote. Junte a cebola, o alho, o tomate, salsinha e a pimenta ao abacate e amasse até formar uma pasta, deixando bem homogêneo. Tempere com limão, azeite de oliva e sal misturando bem. Utilizando um copo ou taça de vidro disponha em um terço deste a guacamole, sobre esta o salmão picado e sobre o salmão um chumaço de broto de alfafa e as fatias de rabanete. Sirva em seguida acompanhado de chips de batatas ou torradas. 


terça-feira, 8 de outubro de 2019

Octo Sushi - comida com sentimento!


Santa Cruz ganhou mais uma opção gastronômica, confirmando a sua vocação neste segmento: o Octo Sushi, restaurante de culinária oriental. Um dos casarões da Rua Marechal Deodoro foi amplamente reformado e decorado criando um ambiente intimista e que abusa da iluminação direcionada e bom gosto arquitetônico. De sua cozinha saem além dos tradicionais sushis e sashimis, iguarias diferenciadas e drinks. Três jovens sócios capitaneiam o novo empreendimento e prometem no manifesto da casa entregar comida com sentimento e excelência. Confira!








Octo Sushi, Rua Marechal Deodoro, 93, Santa Cruz do Sul, de segunda à sábado das 19 às 23h, fone (51) 3902-3802     

Finca Las Moras Los Intocables Malbec 2017 - amadurecido em barricas de whisky Bourbon


Gosto muito de experimentações enológicas! E ainda mais quando estas saem das pipetas e se tornam realidade nas gôndolas e mesas. A bodega argentina Finca Las Moras, de Mendoza, ousou ao utilizar barricas de 200 litros de carvalho americano com tostagem especial whisky Bourbon para maturar um suculento Malbec por 12 meses. O Finca Las Moras Los Intocables Malbec 2017 apresenta cor rubi violáceo profundo e ao ser desarrolhado pronuncia uma explosão de aromas com muito cassis, ameixas, cereja em calda e outras frutas negras em compota, violetas, baunilha e chocolate. Em boca é aveludado, macio, com taninos redondos, encorpado e suculento. Muita fruta, equilíbrio da madeira e amplo e persistente final.

Combina na harmonização gastronômica com carnes vermelhas, suíno com molhos agridoces, risoto de funghi, carnes de caças cozidas e queijos duros.

Possui 13,5 % de graduação alcoólica e o ideal é ser consumido na temperatura de 16 a 18oC.

Você encontra os vinhos Finca Las Moras na Wein Haus, loja especializada em vinhos, localizada na Rua João Pessoa 895, Santa Cruz do Sul, fone (51) 3711.3665 e site www.weinhaus.com.br.

E lembre-se: se beber, NÃO DIRIJA!     

quinta-feira, 3 de outubro de 2019

Miolo lança o espumante Íride, brindando os seus 30 anos


Tive a grata satisfação de estar no jantar de aniversário de 30 anos da Miolo, na última sexta-feira, 27 de setembro. E neste belo evento foi lançado o espumante comemorativo desta jornada vitivinícola.  


Íride é a personificação de um sonho da Família Miolo, que nasceu há 30 anos e hoje se concretiza em forma de espumante. É muito mais que um ícone, é a tradução da alma, da história da marca, que mesmo jovem, carrega consigo a maturidade que somente grandes obras alcançam. O primeiro espumante Miolo com 10 anos de cave chega para brindar as três décadas da vinícola, exibindo a Denominação de Origem Vale dos Vinhedos (DOVV) num lote limitado de 1,8 mil garrafas.

Adriano Miolo, enólogo e diretor superintendente da vinícola, foi buscar nas memórias da infância o nome ideal para engarrafar a história da família. Íride, sua nona, sonhava em um dia ver a marca Miolo estampada em rótulos apreciados no mundo inteiro. Mal ela sabia que isso estava longe de ser um devaneio. “Imprimir o nome da nona Íride em nosso espumante mais sublime é uma singela e justa homenagem. Com isso, estamos eternizando sua força. Esposa de imigrante, muito jovem tornou-se viúva e soube levar adiante o legado da família com muita bravura e determinação”, ressalta.


Em apenas 30 anos, a Miolo conquistou o mundo. Hoje é a vinícola que mais exporta, estando presente em 32 países. Cada produto é elaborado respeitando o que cada terroir tem de melhor a oferecer. O cuidado com a qualidade é uma verdadeira obsessão. Assim foi com o Íride, resultado da vinificação de um corte de 75% Pinot Noir (Vinhedo Santa Lúcia) e 25% Chardonnay (Vinhedo São Gabriel), permanecendo por 10 anos nas caves subterrâneas da Miolo, no Vale dos Vinhedos. Objeto de desejo para colecionadores e apreciadores, o Nature Sur Lie esbanja luxo e exclusividade.

O Íride é um espumante extremamente complexo, com excelente cremosidade. Elegante, tem acidez equilibrada, retrogosto agradável e final de boca persistente. Límpido, tem coloração amarelo esverdeado com tons dourados e perlage fina. Seus aromas finos lembram frutas secas, brioche, mel e tostados, típicos do envelhecimento prolongado. Acompanha perfeitamente ostras, queijos maturados, salmão defumado, carpaccios, massas e risotos. Sua temperatura ideal é de 6 a 8 graus.

“Temos uma história para contar, relembrar e preservar. E nada melhor do que poder contá-la  do nosso jeito. E é isso que temos feito há 30 anos, engarrafando nossas histórias. Nosso desejo é que cada pessoa, ao abrir um Íride, leve consigo um pouco dessa paixão que nos move. Com o Íride brindamos a vida”, comemora Adriano Miolo.




segunda-feira, 30 de setembro de 2019

A 27ª. Avaliação Nacional de Vinhos – safra 2019


Vinho brasileiro repete nesta safra a qualidade da histórica colheita do ano passado!

Mais de mil pessoas brindaram mais uma edição da maior degustação de uma safra do mundo 

Só quem é do ramo viticultor brasileiro sabe a dificuldade que é ter duas ótimas safras seguidas. E a 27ª. Avaliação Nacional de Vinhos ocorrida neste final de semana em Bento Gonçalves atestou que mesmo com todas as intempéries climáticas a qual a produção vitivinícola é acomedida anualmente esta safra 2019 trouxe ótimas perspectivas, com menor quantidade produtiva que a anterior mas com praticamente a mesma qualidade.

Os pavilhões da Fundaparque receberam mais uma edição deste que é a maior degustação de vinhos de uma safra do mundo e organizada pela ABE - Associação Brasileira de Enologia. Mais de mil pessoas – enófilos, apreciadores, jornalistas, enólogos, produtores – tiveram a oportunidade ímpar de num único e espetacular evento – degustar as 16 amostras mais representativas do vinho brasileiro este ano escolhidas entre 337 inscritas, oriundas de 47 vinícolas de 5 estados brasileiros e 8 regiões produtoras. Este ano chamou a atenção da ascensão da participação do público feminino, onde 38% dos inscritos eram mulheres. A degustação reuniu pessoas de oito países (Antilhas Holandesas, Brasil, Chile, Espanha, Estados Unidos, França, Itália e Uruguai) e 11 estados brasileiros.

Avaliadores puderam degustar os vinhos mais representativos da safra 2019  

Para o presidente da ABE, enólogo Daniel Salvador, este é o grande dia do vinho brasileiro. “Nenhum outro evento no mundo consegue reunir tanta gente diferente que tem em comum o gosto pelo vinho, independente de marca. Há 27 anos, promovemos o vinho brasileiro compartilhando na taça o resultado de cada safra. Movidos por uma vontade incontrolável em levar para os quatro cantos do mundo o vinho brasileiro, nós, enólogos do Brasil, criamos um movimento que não para de crescer e enchemos o peito sempre que falamos da Avaliação”, ressalta.

Os enólogos da Embrapa passaram um mês degustando às cegas as amostras e selecionaram as 30% mais representativas, ou seja, 105 vinhos, das quais 16 foram selecionadas e apresentadas ao público para servidas pelos alunos dos cursos de Viticultura e Enologia do IFRS e IFSC e cada foi avaliada por um comentarista de renome. 

Falando um pouco das amostras dos vinhos apresentados houve uma diversidade de castas entre as mais representativas que atestaram a vocação brasileira para o cultivo não só das tradicionais variedades mas também para uma ampla palheta de cultivares. Este ano estiveram presentes entre as 16 amostras a uva branca Verdejo cultivada pela Vinícola Terranova (leia-se Grupo Miolo) no Vale do São Francisco e entre as tintas a Cabernet Franc da Vinícola Valmarino de Pinto Bandeira, a Ancelotta da Vinícola Nova Aliança, a Tannat tanto da Bebber quanto da Don Guerino e a Alicante Bouschet da Cooperativa Vinícola Aurora. 

16 comentaristas brasileiros e estrangeiros comentaram as amostras

A cada ano, pessoas com extensa dedicação ao mundo do vinho são agraciadas com o Troféu Vitis. A turismóloga Ivane Fávero e o enólogo Lucindo Copat receberam respectivamente os troféus Vitis Amigo do Vinho e Vitis Destaque Enológico.

Verificou-se nas amostras deste ano a presença mais contida de álcool nas amostras e uma linha muito parelha de notas na avaliação com pontuações de 89 a 91 pontos.

Brindemos a mais uma grande safra do vinho brasileiro!    

Pensador:

“Nenhum outro evento no mundo consegue reunir tanta gente diferente que tem em comum o gosto pelo vinho”. Daniel Salvador, presidente da ABE

Daniel Salvador, presidente da ABE


Baco Fala:

Dos vinhos provados a inédita casta Verdejo produzido pela Miolo na Bahia, surpreendeu os avaliadores na categoria “branco fino seco não aromático”.  Trata-se de um vinho amarelo palha com reflexos esverdeados com nariz intenso com presença de frutas maduras, cítricas e tropicais como maracujá, goiaba, abacaxi, mamão, maçã, também intensas notas florais e vegetais. Em boca é fino, agradável, equilibrado com presença de sabor frutado. 

Também um Tannat da Família Bebber de Flores da Cunha impressionou pelo equilíbrio e estrutura, com seu visual intenso e profundo de cor rubi violáceo e nariz elegante com destaque as frutas vermelhas e negras,  framboesa,  cereja, morango, figo, mirtilo, amora e ameixa,  uvas passas e com notas de especiarias, café,  coco, baunilha, chocolate e boca com taninos presentes e maduros. 





Confira os 16 vinhos mais representativos da safra 2019 do vinho brasileiro:

Chardonnay – Vinícola Salton – Bento Gonçalves (RS)
Chardonnay – Domno do Brasil – Garibaldi (RS)
Chardonnay / Pinot Noir – Chandon do Brasil – Garibaldi (RS)

Categoria branco fino seco não aromático
Verdejo – Vinícola Terranova – Casa Nova (BA)
Chardonnay – Casa Valduga – Bento Gonçalves (RS)
Chardonnay – Vinícola Almadén – Santana do Livramento (RS)

Categoria branco fino seco aromático
Sauvignon Blanc – Vinícola Campestre - Campestre da Serra (RS)
Moscato Giallo – Sociedade de Bebidas Panizzon – Flores da Cunha (RS)

Categoria vinho tinto fino seco jovem
Merlot – Guatambu – Dom Pedrito (RS)

Categoria tinto fino seco
Merlot – Casa Perini – Farroupilha (RS)
Cabernet Franc – Estabelecimento Vinícola Valmarino – Pinto Bandeira (RS)
Ancellotta – Cooperativa Agroindustrial Nova Aliança – Flores da Cunha (RS)
Tannat – Família Bebber – Flores da Cunha (RS)
Merlot – Vinícola Miolo – Bento Gonçalves (RS)
Alicante Bouschet – Cooperativa Vinícola Aurora – Bento Gonçalves (RS)
Tannat – Vinícola Don Guerino – Alto Feliz (RS)



Você encontra uma ampla diversidade de vinhos brasileiros na Wein Haus, loja especializada em vinhos, localizada na Rua João Pessoa 895, em Santa Cruz do Sul, fone (51) 3711.3665 e site www.weinhaus.com.br     

E lembre-se: se beber, NÃO DIRIJA!

* Fotos: Wagner Meneguzzi e Merlo e Emerson Haas