segunda-feira, 16 de setembro de 2019

Ponto Nero Cult Brut SO2 Free - um espumante natureba e delicioso!


SO2 significa dióxido de enxofre e é usado para a elaboração de vinhos, pois entre seus adjetivos está a facilidade de emprego e o baixo custo. Possui atividade antioxidante evitando entre outras coisas o escurecimento do vinho.  Além desta proteção enzimática, o SO2 reage fortemente com o oxigênio preservando assim a qualidade geral e a longevidade dos vinhos evitando também seu avinagramento. No Brasil é admitido como máximo um teor de 350 mg/L de SO2 total. Os valores médios usados pelos enólogos brasileiros médios ficam em torno de 100 mg/L, ou seja absolutamente abaixo do limite. O uso do SO2 é combatido ferrenhamente pelos simpatizantes dos vinhos naturais por considera-lo uma intervenção desnecessária. 

O fato é que o primeiro espumante brasileiro livre deste conservante é o Ponto Nero Cult Brut SO2 Free (leia-se empresa do Grupo Valduga), elaborado com uvas 100% Chardonnay apresenta cor palha,  límpido e brilhante, com perlage fino e persistente. Traz aromas cítricos de abacaxi, pera, maçã e pomelo, fresco e mineral. Boca leve, boa cremosidade, com boa acidez e persistência.   

O espumante fica 4 meses em autólise.  

Acompanha canapés, saladas, alguns risotos além de preparos com frutos do mar.

Possui 11 % de graduação alcoólica e o ideal é ser consumido na temperatura de 4 e 6oC.

Você encontra os espumantes Ponto Nero na Wein Haus, loja especializada em vinhos, localizada na Rua João Pessoa 895, Santa Cruz do Sul, fone (51) 3711.3665 e site www.weinhaus.com.br.

E lembre-se: se beber, NÃO DIRIJA!     

quinta-feira, 12 de setembro de 2019

O risoto de cogumelos!


Ingredientes frescos trazem novos aromas e sabores a uma receita!

Em se tratando de cozinha aprendemos depois de alguns anos dedicados às artes das panelas que - assim como na moda - o pouco é muito. Outro amadurecimento que vai-se tendo é que nada substitui o aroma e o sabor de ingredientes frescos, seja carne ou fruto do mar, ou legumes, ou temperos e ervas. Talvez esteja aí a essência da culinária, o resgate do sabor e a atenção aos pequenos detalhes que fazem toda a diferença na criação ou elaboração de uma receita. Pensando nisso é que surgiu a receita desta semana, que leva três tipos de cogumelos frescos numa explosão de sabores à mesa. Confira o Risoto de Cogumelos!


Ingredientes:
(para 4 pessoas)

2 xícaras de arroz arbóreo ou carnaroli
2 colheres de manteiga
Uma cebola picadinha
Um dente de alho picadinho
Uma taça de vinho branco seco
100g de cogumelo Portobello
100g de cogumelo shitake
100g de cogumelo shimeji
30g de cogumelos desidratados
4 colheres de sopa de queijo parmesão ralado
4 colheres de sopa de azeite de oliva extra virgem
Salsinha fresca picadinha

Preparo:

Hidrate o cogumelo seco com cerca de 500ml de água quente. Deixe por cerca de 30 minutos. Depois retire o cogumelo e pique-o mas reserve a água que hidratou para aproveitar no risoto, Aqueça numa panela manteiga e azeite de oliva e junte a cebola e o alho, refogando em fogo médio. Quando dourar, juntar os cogumelos fatiados ou picados e refogar por um minuto. Somar o arroz e mexer com os ingredientes. Juntar o vinho, cozinhando até evaporar parte do líquido. Aos poucos, ir adicionando a água da hidratação dos cogumelos aquecida, concha por concha, mantendo encharcado o preparo. Adicionar pimenta preta e corrigir o sal. Cozinhar por cerca de 20 a 25 minutos para que o arroz fique “al dente”. Desligar o fogo e juntar a manteiga e o queijo parmesão. Misturar bem, tampar a panela e deixar descansar por aproximadamente três minutos, o que finalizará o cozimento do arroz. Servir o risoto em seguida regando com um generoso fio de azeite de oliva e coma salsinha picada.


terça-feira, 10 de setembro de 2019

Kurotel em Gramado promove setembro gastronômico


As experiências saudáveis e inovadoras vão aguçar os sentidos e aflorar as percepções gastronômicas de todos


O Kurotel – Centro Contemporâneo de Saúde e Bem-Estar, localizado em Gramado, no Rio Grande do Sul, está preparando deliciosas surpresas para compor o cardápio de seus hóspedes. A série de Jantares Gastronômicos trará em setembro uma agenda repleta de inovação e sabor, repetindo o sucesso do último mês, quando foi promovido o primeiro Jantar Contemporâneo no Kur.

Eleito pelo quinto ano consecutivo como o “Melhor Destino de Wellness do Brasil e América Latina” pelo World Luxury Spa Award, o Kurotel reúne características de uma clínica, spa e hotel, além de contar com acomodações e serviços de luxo. Com a missão de estimular as pessoas a se comprometer com um estilo de vida mais saudável, longevo e sustentável, aliando boa alimentação ao prazer do bem servir, a cozinha do Kur está preparando para este mês:
  • 05/9 – Jantar harmonizado com Chás
  • 12/9 – Jantar Contemporâneo – uma experiência
  • 19/9 – Jantar no Sítio
  • 24/9 – Almoço de Abertura da Primavera – Jardins Kur
  • 26/9 – Noite de Frutos do Mar
“Em agosto, propusemos aos nossos hóspedes participar de um de nossos projetos inovadores, o Jantar Contemporâneo. Inusitado e com materiais pouco convencionais, os ingredientes foram apresentados de forma que os participantes pudessem combinar, testar e descobrir sabores em um mesmo prato e até transformá-los em uma obra de arte. A experiência, saudável e surpreendente, aguçou os sentidos e aflorou as percepções gastronômicas e artísticas de todos. Foi incrível e queremos repetir este mês”, comemora Rochele Silveira, diretora do Kurotel.

Informações e reservas:

Planos de 04, 07 e 14 dias ou final de semana (02 dias), além de Day Spa.
Condições especiais para programações fechadas com antecedência.
0800-9709800; 55 (54) 3295-9393 - reservas@kurotel.com.br - www.kurotel.com.br/


O Kurotel: 


Com quase quatro décadas, o Kurotel - Centro Contemporâneo de Saúde e Bem-Estar, de Gramado (RS) engloba um variado portfólio de serviços focados na promoção da saúde e do bem-estar, estimulando as pessoas a se comprometerem com um estilo de vida mais saudável, longevo e sustentável. Membro do Healing Hotels of the World, eleito como “Melhor Centro Médico das Américas” por cinco anos consecutivos pelo World Luxury Spa Award , é também creditado pela Wellness for Cancer como um dos mais completos centros de tratamento pós-câncer na área de Spas. Possui diversas modalidades de planos, como o Fit, Detox, Lonvege, Relax, entre outros, em que os clientes podem escolher conforme seus objetivos e necessidades. Também oferece a possibilidade de hospedagem personalizada e Day Spa.         

* foto by Matias Lorenzoni

Ruca Malen Reserva de Bodega 2012


O vinho comentado desta semana é o tinto argentino Ruca Malen Reserva de Bodega 2012, um blend de Malbec (39%), Cabernet Sauvignon (25%), Syrah (18%) e Petit Verdot (18%) cultivados em vinhedos acima dos mil metros de altitude localizados nos vales do Uco, Lujan de Cuyo e Tupungato, em Mendoza. As variedades tiveram a fermentação malolática individual em barricas e ao final o blend foi reunido para descansar 1 ano em barricas de segundo e terceiro uso de carvalho francês (80%) e americano (20%).   
  
Possui destacada cor rubi profunda e lágrimas densas e chorosas. Palheta de aromas ampla e frutada – amoras, mirtilos e cerejas – também frutas desidratadas, amêndoas, caramelo e mentol.  Boca volumosa com taninos redondos e suculentos, com ótima persistência.

Acompanha carnes vermelhas assadas, carnes de caça, massas com molhos condimentados e queijo de média cura.

Possui 14,2 % de graduação alcoólica e o ideal é ser consumido na temperatura de 16 a 18oC.

Você encontra os vinhos Ruca Malen na Wein Haus, loja especializada em vinhos, localizada na Rua João Pessoa 895, Santa Cruz do Sul, fone (51) 3711.3665 e site www.weinhaus.com.br.

E lembre-se: se beber, NÃO DIRIJA!     

quinta-feira, 5 de setembro de 2019

O virado à paulista!


Eis que uma receita pode ter dado origem a Independência do Brasil!

Amanhã se comemora mais um 7 de setembro, dia da Independência do Brasil! Naquele período histórico muitas coisas aconteciam no Brasil-Colônia que levaram ao ápice as aspirações revolucionárias que romperam os elos dos conquistadores portugueses. Como em toda a conspiração muitas histórias e suposições emergiram dando ainda mais café naquele bule. Uma delas refere-se a Marquesa de Santos e Dom Pedro I, sabe-se amantes lascivos tanto na carne quanto na boa mesa! 
O brilhante jornalista JA Dias Lopes falou um pouco deste envolvimento de corpos&garfos em alguns de seus artigos. O que sabe-se é que Domitila de Castro Canto e Melo, a Marquesa de Santos, foi sinônimo da liberação sexual e de livre arbítrio, mas também de caridade e cuidados junto aos mais pobres. Tal emblemática protagonista conheceu Dom Pedro em São Paulo no ano em que o príncipe regente proclamou a Independência do Brasil. Tal fogoso relacionamento durou de 1822 a 1829 e gerou cinco filhos, mas a marquesa nunca se livrou do status de amante oficial frustrando suas ambições monárquicas. Era conhecida por seu notório apreço pela boa mesa e pelos bons vinhos e - segundo o historiador Paulo Rezzutti - era comum haver na mesa da época pratos de feijão, toucinho fresco, linguiça defumada, torresmo, carne de porco, couve e farinha. E justo eram os ingredientes de uma das receitas mais populares da cozinha paulistana, o virado à paulista. Dizem que tal prato alimentou Dom Pedro I na viagem que fez a cavalo do Rio de Janeiro a São Paulo, quando proclamou a Independência do Brasil e se enamorou da Marquesa de Santos. Que tal? A seguir a receita do Virado à Paulista.        


Ingredientes:
(para 6 pessoas)

3 colheres de sopa de farinha de milho
1 colher de sopa de farinha de mandioca
4 conchas de feijão cozido com o caldo
50g de bacon cortado em cubinhos
3 dentes de alho picados
1 cebola pequena bem picada
Pimenta-do-reino moída na hora a gosto
6 bistequinhas de porco grelhadas
3 gomos de linguiça fritos
2 maços de couve cortados finamente e passados rapidamente na frigideira
6 ovos fritos
100g de tiras de bacon fritas (ou torresmo)
Arroz branco

Preparo:

Misture as duas farinhas e umedeça-as um pouco com as mãos molhadas. Reserve. Bata, no liquidificador, metade do feijão cozido com o caldo. Reserve. Frite o bacon até ficar dourado, adicione o alho e também deixe dourar. Em seguida, refogue a cebola. Na mesma panela, agregue o feijão batido e a outra metade com os grãos inteiros. Deixe ferver e adicione aos poucos as farinhas, mexendo sem parar, até dar o ponto de pasta bem mole (depois de amornar, ela engrossa muito). Salpique a pimenta-do-reino. Sirva com os ingredientes do acompanhamento (bisteca, linguiça, couve, ovos, bacon e arroz).



terça-feira, 3 de setembro de 2019

Pizzato Verve Gran Reserva 2015 - que belo blend!


Provei há alguns anos o Pizzato Verve Gran Reserva 2009, elaborado pela vinícola de mesmo nome capitaneado por Flávio Pizzato e fincada no Vale dos Vinhedos na Serra Gaúcha. Desta vez abri o mesmo vinho mas da safra 2015 e foi muito interessante tecer a análise sobre o mesmo, embasado nas características apresentadas em taça. O Pizzato Verve Gran Reserva 2015 teve produção limitada a apenas 2675 garrafas e é oriundo de um corte de 60% Cabernet Sauvignon, 25% Merlot e 15% Tannat amadurecido por 11 meses em barricas de carvalho francês e americano de primeiro e segundo uso.

O vinho apresenta coloração rubi profundo e surpreende o nariz ao pronunciar aromas que trazem frutas vermelhas e negras - cereja, groselha, mirtilo – envolvidos em alcaçuz, hibiscos, toque terroso, couro, café tostado e alguma especiaria.

Em boca ótimo corpo, equilibrado, estruturado, taninos macios e presentes, final de boca amplo e duradouro. Harmonia entre álcool, fruta e madeira.  

Ou seja, continua sendo um excelente vinho elaborado com muito cuidado e esmero, diferenciando-se do 2009 nas características da safra de cada um dos cortes aportados. 

Faz belo par na companhia de carnes grelhadas, pratos ou acompanhamentos à base de molhos doces (chutneys, barbecue entre outros); carnes de panela, queijos duros e carnes de caça.

Possui 13,5 % de graduação alcoólica e o ideal é ser consumido na temperatura de 16 a 18oC.

Você encontra os vinhos Pizzato na Wein Haus, loja especializada em vinhos, localizada na Rua João Pessoa 895, Santa Cruz do Sul, fone (51) 3711.3665 e site www.weinhaus.com.br.

E lembre-se: se beber, NÃO DIRIJA!