quarta-feira, 19 de julho de 2017

Pizzorno Don Próspero Tannat Malbec 2015 - Uruguai e Argentina empatados neste blend!

O blend tinto uruguaio Pizzorno Don Próspero Tannat Malbec 2015 da região de Canelones faz parte da linha de entrada da vinícola Pizzorno. O interessante deste vinho é que junta em partes iguais as castas mais emblemáticas do Uruguai, a Tannat, e da Argentina a Malbec. A união destas duas uvas trouxe um aporte de aromas e sabores muito interessantes. 

Possui cor rubi profundo e lágrimas grandes e preguiçosas. Os aromas destacam frutas negras maduras - muita amora, mirtilo e ameixa - também framboesa, além de uma palheta floral com hibiscos e violetas. Percebe-se também um toque defumado fruto da passagem por carvalho. Em boca é elegante e quente, com muita fruta e médio corpo. Taninos finos e marcantes. Amplo e cômodo final de boca. A proximidade das videiras do litoral aporta algo mineral ao conjunto. Após 1 hora aberto recebe uma expressiva melhora ficando ainda melhor!

Amadurece 10 meses em barricas de carvalho americano e francês.

Possui 13,5% de graduação alcoólica e o ideal é degusta-lo na temperatura de 16 a 18oC.

Harmoniza muito bem com carnes vermelhas assadas, legumes na brasa, lasanha de salmão, massas com milho de carne, copa e salames  e queijos azuis até o parmesão envelhecido.  

Você encontra o vinho Don Próspero na Wein Haus, loja especializada em vinhos, localizada na Rua João Pessoa 895, Santa Cruz do Sul, fone (51) 3711.3665 e site www.weinhaus.com.br


E lembre-se: se beber, NÃO DIRIJA!      

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Nova linha de molhos de pimenta da Casa da Madeira chega ao mercado

A Casa Madeira traz para o mercado a linha de molhos de pimenta. Os novos produtos estão disponíveis em quatro diferentes versões: Calabresa com Cabernet Sauvignon, Jalapeño com Lúpulo, Malagueta com Brandy e Sweet Chilli com Maracujá. Com ingredientes selecionados e produzida de forma artesanal, a linha de molhos de pimenta é uma excelente opção para incrementar o sabor das refeições, desde entradas até pratos principais.  Os molhos de pimenta chegam ao mercado brasileiro em embalagem de 50ml, com embalagem transparente, revelando a cor do produto.


Elaborado com pimenta calabresa e dedo de moça, o molho de pimenta Calabresa com Cabernet Sauvignon é elaborado com blend de pimentas que evidencia o caráter frutado do vinho e aporta uma média picância ao molho. Para os fãs de um toque mais moderado de picância, o molho Jalapenõ com Lúpulo é uma ótima pedida. Elaborado com pimenta jalapenõ verde, essa versão apresenta um caráter fresco e vegetal.  Além do lúpulo, que entrega uma característica marcante para o molho, o limão siciliano contribui com seu delicado aroma cítrico.

Já o molho Malagueta com Brandy é preparado com pimenta malagueta e habanero, ideal para quem aprecia sabores mais intensos e picantes. Além do blend de pimentas, o molho leva em sua composição o Brandy X anos da Casa Valduga. O destilado, de personalidade marcante, agrega características únicas ao molho, contribuindo para um final de boca ligeiramente amadeirado. O molho Sweet Chilli com maracujá tem como ingredientes a pimenta dedo de moça, apresenta uma picância leve e agrada aos mais diversos paladares. Produzido com a mesma polpa de maracujá usada na geleia Tradicional da Casa Madeira, possui acidez e dulçor equilibrados, além de um intenso aroma frutado.

A nova linha de molhos de pimenta da Casa Madeira está disponível em lojas especializadas e no e-commerce da marca. Para mais informações acesse: www.casamadeira.com.br

Sobre a Casa Madeira - Com expertise de mais de 20 anos, a Casa Madeira, empresa do grupo Famiglia Valduga, elabora produtos de alta qualidade, com o objetivo principal de preservar o sabor natural dos ingredientes. A marca contempla sucos orgânicos, integrais e enriquecidos com vitaminas e minerais; sucos varietais, geleias, cremes de balsâmico e antepastos, todos sem adição de conservantes, açúcar e água. A empresa está localizada no Vale dos Vinhedos.


terça-feira, 11 de julho de 2017

A costelinha de porco com toque oriental!



Que tal uma costelinha preparara no forno para ser degustada com a mão?

Uma das carnes mais coringas na hora de harmonizar com molho ou ingredientes certamente é a de porco. Seu sabor suave, marmoreio de gordura e coloração esbranquiçada dão asas a inventividade dos cozinheiros de plantão. Molhos picantes, agridoces, à base de queijo ou escuros são companhias excelentes para a carne de porco. Entre os cortes a costelinha cortada fina pode ser degustada com a mão e como aperitivo ou mesmo servida com acompanhamento onde a batata é sempre bem vinda. E a receita de hoje leva alguns temperos que ressaltam estes convidativos sabores. Acompanhe a costelinha de porco com toque oriental!



Ingredientes:
(para 4 pessoas)

1,2kg de uma peça de costelinha de porco magra
1 cebola pequena picadinha
1 colher de chá rasa de gengibre fresco picado
1 dente de alho picadinho
1 colher de chá de açúcar
2 colheres de sopa de salsa picadinha
2 colheres de sopa de molho de soja
Suco de um limão
Sal a gosto
Pimenta calabresa em flocos

Preparo:


Junte a cebola, alho, gengibre, molho de soja, salsinha, pimenta, açúcar num pote e misture bem. Acomode a costela de porco num saco plástico e derrame sobre ela esta mistura. Feche a boca do saco e com as mãos vá espalhando a mistura por toda a costela. Leve a geladeira por 2 horas. Aqueça o forno a 200oC por 15 minutos. Unte um refratário com óleo, retire a costelinha do saco e coloque-a disposta nele com o osso para baixo. Tempere com sal e cubra com papel laminado, leve ao forno por cerca de 45 minutos. Retire o papel laminado e deixe assar por mais 20 a 25 minutos. Regue com o suco de limão, corte e sirva! 

Fairview Sauvignon Blanc 2007 - dez anos de safra e ainda vivo!

O vinho desta semana é um exemplar de Sauvignon Blanc originário da África do Sul – que por sinal merece ter suas propostas viníferas exploradas, afinal é um belo país produtor de vinhos. Abri no sábado à noite uma garrafa do Fairview Sauvignon Blanc 2007, da região de Paarl, imediatamente após ter degustado um exemplar desta mesma uva, mas de um vinho neozelandês. As diferenças ficaram evidenciadas e trouxeram a felicidade de novamente podermos comparar como os vinhos das diversas regiões do globo, de uma mesma casta, conseguem ser tão diferentes entre si. 

O Fairview apresentou coloração amarelo pálido, com ligeiros reflexos esverdeados. Logo se pronunciou ao nariz, trazendo aroma de tostado, limão, figo verde, mineralidade e frescor.  Na boca a secura tradicional do Sauvignon Blanc com leve acidez (mas muito menor que os exemplares da Nova Zelândia) e equilíbrio. 

Notas de casca de laranja, madeira, leve tostado no paladar e presença de açúcar talvez pelo fato desta safra ter sido colhida três semanas mais tarde do ideal. Ótima persistência.

Acompanhou muito bem uma caldeirada de frutos do mar com vários temperos e condimentos. Pode se dar muito bem também com peixes assados, saladas, queijos brancos e risotos a base de fundos claros. 

Ideal para ser bebido na temperatura em torno de 8oC. 

Graduação alcoólica de 13,5%. 

Você encontra vinhos da casta Sauvignon Blanc na Wein Haus, loja especializada em vinhos, localizada na Rua João Pessoa 895, Santa Cruz do Sul, fone (51) 3711.3665 e site www.weinhaus.com.br

E lembre-se: se beber, não dirija! 

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Descanse em paz Dona Gilda!


Perdemos um ícone! Dona Gilda Rauber, a culinarista mais conhecida do estado deixou-nos esta semana.


Infelizmente a semana daqueles que nutrem um especial apreço pela culinária e seus adereços iniciou mais triste. No domingo faleceu a senhora Gilda Rauber, a Dona Gilda - como era conhecida há tantas décadas na cidade e região – partiu para outra dimensão deixando a todos os admiradores de seu trabalho um pouco órfãos.  O que nos restou como legado é que a sua alegria, o seu entusiasmo, a sua didática e o seu conhecimento não foram com ela, pois ela permitiu-nos que eles ficassem como aprendizado de um pouco disso tudo, pois tocou com seu amor a todos nós e deixou-nos ainda mais apaixonados pela gastronomia.

A Dona Gilda adorava o que fazia! Antes de ensinar as práticas e preparos de bolos, tortas, cucas, bolachas e outras delícias o que mais a mobilizava era o amor que nutria pelo próximo. Sabia que quem cozinha reúne a sua volta os amigos e a família então, antes de qualquer coisa, ensinava a resgatar a família no entorno da mesa e cultivava a sua como ninguém, sempre regando e ajustando.    
  
Encontrei Dona Gilda pela última vez no júri que escolheu a melhor cuca na Festa das Cucas deste ano e ela novamente lembrou com muita alegria que participou de um de meus cursos de culinária. No meio daquela turma há mais de dez anos atrás, estava uma senhora eufórica e sorridente, lembrando uma criança no primeiro dia de aula do ensino fundamental, preocupada em aprender todos os detalhes das receitas passadas, curiosa e interessada. Queridona, orgulho maior foi o meu de ter tido tantos bons momentos com a senhora!


Descanse em paz e ensine os anjos lá em cima como se faz uma boa e tradicional cuca! 

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Porto Alegre receberá em julho a 3º edição do Mesa ao Vivo Rio Grande do Sul


Chefs do cenário nacional se unem aos cozinheiros locais para dois dias de atividades no Senac-RS. Entre os destaques estão Claude Troisgros, Helena Rizzo, Carlos Kristensen, Marcelo Schambeck, Floriano Spiess e Marcos Livi

Foto: João Alves

Porto Alegre receberá nos dias 26 e 27 de julho a 3º edição do Mesa ao Vivo Rio Grande do Sul, evento promovido pela revista Prazeres da Mesa em parceria com o Senac Rio Grande do Sul, com patrocínio do sistema de cartões Rede e apoio da Abrasel (Associação Brasileira  de Bares e Restaurantes). Durante os dois dias, o público terá acesso a uma programação completa que inclui aulas com grandes nomes da gastronomia do país, palestras, além de sessões de degustação de vinhos em espaços montados especialmente para ocasião. O tema é “Minha Herança de Família”, onde cada chef irá reestudar a receita primordial de família que o lançou no mundo da gastronomia, ou que o liga emocionalmente à sua origem e aos laços de sua gente e sua região, e por um ingresso único, o participante tem acesso a cerca 20 atividades diárias, que incluem ainda o Melhor das Cidades, onde restaurantes, bares, cafés e docerias colocam à prova do público suas comidinhas mais emblemáticas.

Estão confirmados chefs que atuam em diferentes capitais do Brasil, como Claude Troisgros (Olympe- Rio de Janeiro), Helena Rizzo (Maní – São Paulo), Geovane Carneiro (braço direito de Alex Atala no D.O.M, São Paulo), Vitor Sobral (Tasca da Esquina e Padaria da Esquina – São Paulo) e o gaúcho Marcos Livi, que vive em São Paulo e possui os bares Quintana e Veríssimo. Marcam presença também representantes da cozinha local: Carlos Kristensen (Hashi), Floriano Spiess (Cozinha de Autor), Rodrigo Bellora (Valle Rústico), Marcelo Schambeck ( Del Barbarie),  Mamadou Sène ( Senac Porto Alegre), André Reolon (chef consultor), Andrea Schein (Dea Macarrons), Bruno Ivanoff (Senac Porto Alegre), Daniel Castelli ( Moña – Vivências Gastronômicas e Slow Food Serra Gaúcha), Eduardo Natalício ( Boteco Natalício), Juliana Noal (Senac Porto Alegre), Leonardo Magni (Mandarnier), Ricardo Dornelles (Senac Porto Alegre) e Fabiano Soares (Pãozeiro).

Na noite que antecede o início do evento (dia 25), acontece o Jantar Magno no PPKB Kitchen & Bar, com os chefs Carlos Kristensen, Floriano Spiess, Geovane Carneiro, Marcelo Schambeck e Vitor Sobral. Juntos farão um menu harmonizado que custará R$ 190 por pessoa até dia 30 de junho. Após essa data o valor do jantar será R$ 220.  No dia, 26, a proposta será uma “Botecada”, no Boteco Natalício Centro. Comandado pelo chef Eduardo Natalício, participarão do encontro, os chefs Marcos Livi, Rodrigo Bellora e Helena Rizzo. Cada chef irá preparar dois petiscos. Com chopp liberado, o valor da Botecada será R$ 150,00 por pessoa.

Sobre Mesa ao Vivo

Quem participar do “Mesa ao Vivo Rio Grande do Sul” poderá assistir a construção da principal publicação de gastronomia do Brasil. Toda a programação oferecida ao público se transforma em material editorial pelas mãos e lentes do editorial da revista Prazeres da Mesa, concluindo assim, in loco, uma publicação especial que irá às bancas logo após o evento.  A inscrição para o Mesa Ao Vivo Rio Grande do Sul pode ser feita pelo site: www.mesaaovivoriograndedosul.com.br

Serviço:

Mesa Ao Vivo Rio Grande do Sul: 26 e 27 de julho
Endereço: Senac Porto Alegre – Rua Coronel Genuino, 130
Telefone para informações: 4002-6030

Valores:
Ingressos 2 dias – R$ 140
Ingresso 1 dia – R$ 80

Jantar Magno
25 de julho – PPKB Kitchen & Bar
Endereço: Av. Carlos Gomes, 700 - Auxiliadora, Porto Alegre - RS
Horário: 20h30
Valor: R$ 190

Botecada Natalício
26 de julho – Boteco Natalício Centro
Endereço: Rua Cel. Genuíno, 217 – Centro, Porto Alegre – RS
Valor: R$ 150,00







domingo, 2 de julho de 2017

Menguante Garnacha 2014 - fácil de beber, fácil de harmonizar!

Você apreciador de vinhos sabia que a uva Grenache é a segunda variedade mais cultivada no mundo? Nem sempre vemos esta uva compor 100% um vinho, mas é larga e comumente utilizada para cortes junto de outras uvas. A Grenache nasceu na Catalunha, Espanha, onde adquire também regionalmente outros nomes: Garnacha, Garnacha Tinta e Cannonau na Córsega. E o tinto espanhol Menguante Garnacha 2014 da Viñedos y Bodegas Pablo em Aragón, representa bem a tipicidade desta casta, pois é elaborado 100% com ela. 

É um vinho que não esconde os aromas, logo ao sacar a rolha percebe-se as notas frutadas de cerejas, amoras, morangos, groselhas e framboesas frescas e maduras que juntam-se aos florais violetas e jasmim e também pimenta, mentol e especiarias. Possui coloração vermelho rubi. Repassa a boca a fruta com taninos presentes e acidez viva e bem gastronômica, levemente alcóolico, médio corpo, estruturado e final amplo com leve amargor e tosta.

Estagia por 6 meses em barricas de carvalho francês.

Possui 14% de graduação alcoólica e o ideal é ser servido na temperatura entre 16 a 18ºC.

Pelas suas características este vinho funciona como um excelente harmonizador na hora de combiná-lo com comida. Pode fazer par com paella a Valenciana, vegetais e carnes grelhadas, pizza de calabresa,  pratos da culinária chinesa e vários risotos.

Você encontra o vinho Menguante na Wein Haus, loja especializada em vinhos, localizada na Rua João Pessoa 895, Santa Cruz do Sul, fone (51) 3711.3665 e site www.weinhaus.com.br

E lembre-se: se beber, NÃO DIRIJA!