segunda-feira, 2 de setembro de 2013

O cardamomo


O cardamomo (Elettaria Cardamomum) tem sua origem datada no ano de 700 d.C., na Índia meridional, e de lá espraiou-se para a Europa, em meados de 1200. São plantas nativas das florestas húmidas do sul da Índia, do Sri Lanka, Malásia, Tailândia e América Central.

 
A planta é da família do gengibre, com folhas grandes, flores brancas e frutos secos de cor esverdeada ou branca contendo sementes negras e aromáticas em pó ou em óleo com sabor picante. As sementes de cardamomo são consumidas no café nos países árabes e na Índia, na mistura de condimentos usada para temperar pratos. Pode ser aproveitado para aromatizar pães, carnes, pastéis, pudins, doces, salada de frutas, sorvetes, embutidos e licores, além de ser usada como tempero em molhos e cozidos. Também é comum encontra-lo no Brasil, principalmente a sua planta, em locais mais úmidos, com seus cachos floridos lindos e convidativos.
 
É fácil prepara-lo para o uso, basta colher o cacho da flor, deixa-la secar e depois abrir uma por uma as pétalas e extrair a semente, muito aromática e saborosa. O aroma e sabor lembram um limão siciliano com gengibre, pois possui um sabor intenso e levemente apimentado.
 
A semente dessa planta da família do gengibre, de folhas grandes e flores brancas, era mascada pelos egípcios para refrescar o hálito e limpar os dentes. Posteriormente, suas propriedades terapêuticas foram descobertas e ele passou a fazer parte do arsenal de produtos naturais voltados à saúde.
 
O cardamomo tem efeito digestivo, antisséptico, diurético, laxante e expectorante – uma boa opção para auxiliar no tratamento de gripes e resfriados nessa época do ano, quando o índice dessas doenças aumenta.
 
Na medicina chinesa, o ingrediente é utilizado contra problemas do aparelho digestivo, como a dor de estômago, náuseas e vômitos e no Oriente, ganhou a fama de ser afrodisíaco, por isso é inserido no café de modo a compensar o efeito da cafeína, que baixaria a libido, segundo a crença local.

Nenhum comentário:

Postar um comentário