quarta-feira, 15 de maio de 2013

O Penne à Carbonara!



O Carbonara é um dos mais saborosos molhos italianos

Uma das minhas massas preferidas é o Espaguete à Carbonara, pois requer um preparo rápido, fácil e que utiliza ingredientes que geralmente encontramos no armário ou geladeira. É muito saboroso e prático e nos dias frios, torna-se um acompanhamento perfeito a uma boa taça de vinho. O tradicional leva pancetta – advindo da barriga do porco – e queijo pecorino, mas a globalização acabou trazendo outros tipos de massa – como o penne e o fusilli – e trocando a pancetta pelo bacon e o pecorino pelo parmesão. O certo é que não há quem torça o nariz quando o prato principal é esta massa! A seguir  a receita do Penne à Carbonara!


Ingredientes:
(para 4 pessoas)

500g de penne
300ml de creme de leite
4 ovos
100g de bacon picadinho
Uma colher de sopa de manteiga
Duas colheres de azeite de oliva
Queijo parmesão ralado
Pitada de noz moscada
Pimenta preta moída na hora à gosto
Sal à gosto


Preparo:

Aquecer o azeite de oliva com a manteiga e fritar o bacon até dourar. Reservar. Em um bowl bater para misturar claras e gemas os quatro ovos. Juntar o creme de leite e misturar bem. Adicionar a pimenta, a noz moscada e o sal. Juntar o bacon frito e mexer novamente. Reservar. Cozinhar o penne até ficar al dente. Em uma panela juntar o penne cozido e juntar o molho carbonara e em fogo baixo ir mexendo delicadamente para cozinhar o ovo presente no molho. Este molho deverá ficar espesso e aveludado, apenas cuidar a altura da chama e o calor do fogo para que o ovo não cozinhe como num omelete. Servir com queijo ralado. 

VOCÊ SABIA

O molho Carbonara possui reconhecimento mundial e teve sua origem na Itália, em Roma, o Spaguetti Carbonara ganhou os cinco continentes após a segunda guerra mundial. Carbonara é a palavra para carvão vegetal em italiano, e sua origem é controversa. 


Diz uma das versões que o nome desse nome ao prato, tenha sido batizado pelos trabalhadores das minas de carvão – os carbinari na região da Úmbria - que foram os primeiros a desenvolver o preparo do prato, juntando os tradicionais e práticos ingredientes que compõem o prato – o espaguete, manteiga, ovos, queijo parmesão, pancetta e a pimenta-do-reino. Já outra hipótese diz que a carbonara foi criada por um cozinheiro que fazia parte dos carbonari, um grupo de revolucionários que lutou contra a invasão austríaca no norte da Itália, entre o final do séc. XVIII e a guerra pela independência italiana. 

A última versão atesta que o prato foi criado durante a segunda grande guerra quando os soldados americanos adentraram nos restaurantes pedindo ovos, bacon e massa. Os chefs romanos, para satisfazê-los, teriam servido o guanciale (um tipo de bacon italiano feito com as bochechas do porco), ovos fritos e espaguete puro, sem temperos e sem gosto. E os soldados teriam, enfim, misturado tudo pra ficar mais saboroso, criando sem querer o avô do célebre prato. Pode-se substituir a pancetta pelo bacon e adicionar o creme de leite, deixando o molho mais sedoso e encorpado.  



Nenhum comentário:

Postar um comentário