quinta-feira, 25 de junho de 2020

O pesto de rúcula!


Se há um molho que conquista pelo seu sabor inigualável este é o pesto!

Quem já não esteve frente a frente com um belo penne ao pesto e antes mesmo da primeira garfada não estampou um sorriso de orelha a orelha? Pois é, o saborosíssimo molho pesto nasceu na cidade de Gênova, na Itália. Lá, por conta do clima favorável, a região é rica na variedade de ervas frescas e um sem fim de ingredientes in natura e saudáveis. Tanto que o manjericão mais aromático do mundo vem daquela região. O preparo deste molho tem seus primeiros registros no livro dos irmãos Ratto, o “Cuciniera Genovese”. Ainda se utiliza em muitos lugares o pilão para preparar este molho, esmagando-se nele os ingredientes, por isso a palavra “pesto” tem origem no verbo italiano “pestare” que quer dizer macerar. Tradicionalmente é preparado com manjericão, alho, queijo de leite de ovelha (queijo pecorino) e pignoli, um tipo de pinhão menor, amassados, picados e somados com sal e azeite de oliva. Acompanha muito bem massas, batatas e carnes. Mas hoje vou apresentar uma variante deste molho, usando rúcula! Portanto acompanhe a receita do Pesto de Rúcula! 


Ingredientes:

1 maço de rúcula
Meia xícara de chá de amêndoas ou nozes
1 dente e alho
Meia xícara de chá de azeite de oliva extra virgem
4 colheres de sopa de queijo parmesão ralado
Sal e pimenta do reino à gosto
1 colher (chá) de sal

Preparo:

Lave e seque bem a rúcula. Rasgue as folhas em pedaços e transfira para o copo do processador e junte todos os demais ingredientes. Tempere com o sal e pimenta e bata bem. Transfira para uma molheira e sirva a seguir com massas, grelhados, sanduíches e tudo o que sua imaginação gastronômica quiser!
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário